Archive for the 'Servas' Category

26
jan
12

Programa Vozes do Morro chega à quarta edição com 13 selecionados

Projeto Vozes do Morro contempla vários ritmos

Os 13 selecionados da quarta edição foram apresentados oficialmente no Palácio Tiradentes, na Cidade Administrativa

Fonte: Cinthya Oliveira – Do Hoje em Dia

GIL LEONARDI/DIVULGAÇÃO
Selecionados Vozes do Morro
Os selecionados do Vozes do Morro 2012 com a presidente do Servas

O Palácio Tiradentes, na Cidade Administrativa, foi tomado por um momento de festa. Centenas de pessoas prestigiaram a solenidade que anunciou os 13 artistas selecionados para a etapa 2011/2012 da quarta edição do Programa Vozes do Morro. A alegria de todos que terão a oportunidade de participar de um CD e um DVD do projeto era evidente.

Iniciativa do Governo de Minas, por meio da Secretaria de Estado de Cultura e do Serviço Voluntário de Assistência Social (Servas), o projeto deu passos importantes nessa nova edição. Agora, conta com a parceria do Sebrae-MG, que ficará responsável pela treinamento dos selecionados, para que aprendam como gerir suas carreiras. No final do ano, cada selecionado receberá cem CDs e cem DVDs com suas gravações.

Dos vários discursos do evento, o mais emocionante certamente foi o de Fabinho do Terreiro, compositor muito bem reconhecido no universo do samba belo-horizontino que já chegou a ser gravado até por Zeca Pagodinho. Morador da Pedreira do Esplanada, na Região Leste da Capital, ele se mostrou bem feliz por ter sido selecionado pelo Vozes do Morro.

“Esse projeto é um divisor de águas. Via a música saindo dos guetos e favelas e, como um toque de mágica, os músicos puderam mostrar seus trabalhos em emissoras de TV e rádio de todo o Estado. Estou muito feliz. Estou esperando há cinco anos a minha vez e a hora é essa”, disse o sambista, que foi bastante aplaudido pelos outros selecionados durante a solenidade.

Uma crítica antiga dos artistas mineiros – de que as músicas dos selecionados nunca são executadas por completo nas emissoras de rádio e TV – foi ouvida pelos gestores do projeto. A presidente do Servas, Andrea Neves, anunciou que a Rádio Inconfidência e a Rede Minas de Televisão, duas empresas do Estado, terão momentos diários com um “Momento Vozes do Morro”, executando por completo as canções dos selecionados das quatro edições.

Andre abriu seu discurso com uma notícia que prova como o projeto Vozes do Morro pode impulsionar carreiras. Em suas mãos, estava o primeiro disco de Domingos do Cavaco, sambista do Morro das Pedras que participou da edição de 2008. “O Vozes do Morro é um espaço que cria condições para projetos de gente da nossa terra”, afirmou a presidente do Servas. “É um projeto transformador, que abre janelas para os artistas serem reconhecidos”.

Entre os selecionados é possível encontrar representantes de gêneros musicais que estão em alta no momento. Entre os 13 nomes, há três sertanejos (o som que mais movimenta hoje a indústria da música), quatro de rap (o ritmo que tem revelado ótimos artistas da atualidade), um de rock com vocal feminino (vide sucesso do Paramore), um de música infantil (Lúcio Monteiro) e um de uma música bem sofisticada (Ralfe Rodrigues).

Estudioso da música renascentista, Ralfe participa do projeto com a música “Um Motivo pra Sonhar”. “Faço um trabalho influenciado pela música renascentistas, mas que, ao ganhar uma letra em português, acaba se tornando MPB. Com o Vozes do Morro, espero ter uma boa divulgação do meu trabalho para eu poder investir na carreira de músico”, afirma o músico do bairro Bandeirantes, de Sabará.

Anúncios
16
jan
12

Minas Solidária: Andrea Neves e Antonio Anastasia entregam mais de 150 toneladas de doações para vítimas das chuvas

Divulgado pelo Servas

Movimento Minas Solidária recebe doações para famílias desabrigadas pelas chuvas

A presidente do Servas, Andrea Neves e governador Antonio Anastasia entregaram, nesta segunda-feira, dia 16, doações ao Movimento Minas Solidária – de entidades de classe e empresas dos setores de alimento e comércio – mais de 150 toneladas de alimentos, água, leite e materiais de higiene pessoal  para serem enviados às cidades mais atingidas pelas chuvas no Estado.

As entidades e empresas atenderam a um chamado do Movimento Minas Solidária, cujo objetivo é o socorro àqueles que sofrem as consequências de catástrofes naturais.  Criado em 2003, o programa é um fórum de solidariedade integrado pelo governo estadual, prefeituras, entidades de classe, empresas e cidadãos.
Mais de 20 caminhões – carregados com itens como leite, fraldas, alimentos, material de limpeza pessoal e doméstica, material, colchões, fogões, roupas, roupas de cama e banho – saíram imediatamente após a entrega nos municípios em situação de emergência, segundo indicação daCedec/MG.
Até esta data, as doações somam 530 toneladas, incluindo as 150 toneladas que saíram do Palácio da Liberdade diretamente para os municípios de Acaiaca, Alpercata, Além Paraíba, Barra Longa, Barroso, Brasília de Minas, Baldim. Belo Horizonte, Brumadinho, Claro dos Poções, Conceição da Barra de Minas, Guaraciaba, Mariana, Matipó, Moeda, Muriaé, Nazareno, Patrocínio de Muriaé, Ponte Nova, Prados, Raposos, Santa Cruz de Minas, São João Del Rei, São Sebastião da Vargem Alegre, Setubinha, Tiradentes, Visconde do Rio Branco.
Supermercados BH,  Super Nosso, Bretas, Extra, Carrefour, Wall-Mart, Epa, Verdemar e também da Vilma Alimentos são doadores dessa entrega, por meio da Associação Mineira de Supermercados – AMIS.
Também doaram diversos itens de primeira necessidade: o Sistema Fecomércio/Sesc;  Sistema Fiemg/Sesi;   Itambé, Cooperativa Central  Mineira de Laticínios – Cemil ;  Drogaria Araújo.

Link da matéria: http://www.servas.org.br/5432/imprensa/movimento-minas-solidaria-recebe-doacoes-para-familias-desabrigadas-pelas-chuvas.aspx

12
jan
12

Minas Solidária: Servas e Defesa Civil iniciam entrega de doações às vítimas das chuvas

Minas Solidária: Servas e Cedec iniciam entrega de doações às vítimas das chuvas

O primeiro comboio de seis veículos do Corpo de Bombeiros Militar de Minas Gerais saíram nesta quarta-feira, 11, de BH, levando 15 toneladas de donativos para a famílias atingidas pelas chuvas no Estado. Esta é a primeira entrega de doações arrecadadas pelo Movimento Minas Solidária, campanha de solidariedade às vítimas das chuvas, lançada no último dia 06, pelo Servas e Coordenadoria Estadual de Defesa Civil (Cedec).

Foram encaminhados às famílias dos municípios de Jeceaba, Juatuba, Ponte Nova e São João Del Rei, itens como alimentos, leite em pó, roupas, calçados, material de higiene e limpeza e fraldas descartáveis.

Para a presidente do Servas, Andrea Neves da Cunha, a solidariedade do povo mineiro demonstra o esforço de todo um Estado para ajudar aqueles que sofrem com perdas em decorrência das fortes chuvas. “O ritmo da campanha está, felizmente, muito positivo. Já arrecadamos de sexta-feira até hoje 130 toneladas de alimentos e, nesse momento, agradeço  a cada um que pode colaborar com esse esforço que, na verdade, é um esforço de toda Minas Gerais. Nossa expectativa é que possamos continuar todos juntos mobilizados porque infelizmente ainda estamos atravessando um período difícil para Minas Gerais”, disse.

Segundo o secretário-executivo da Cedec-MG, coronel Eduardo César Reis, os materiais de ajuda humanitária irão ajudar famílias que hoje estão sem acesso a produtos de necessidades básicas, já que além d moradias, o comércio das cidades também foi atingido pelas chuvas. Ele explicou que a Defesa Civil já distribuiu um volume significativo de cestas básicas, em torno de 10 mil unidades, além de colchões, cobertores, roupas, medicamentos, lonas plásticas, kits de higiene e de limpeza, que foram entregues  à população logo após a ocorrência dos desastres.

Uma força tarefa com 50 bombeiros militares e com meninos que integram o projeto social “Voluntários da Cidadania” fizeram o carregamento de três caminhões, uma carreta e dois furgões do Corpo de Bombeiros, com as cestas básicas e o material de ajuda humanitária.

A prioridade é arrecadar leite em pó, fraldas, material de higiene e de limpeza, além de utensílios domésticos. A campanha durará o tempo indispensável ao suprimento dessas necessidades. “Estamos todos juntos acompanhando o desenvolver das chuvas, para que possamos estar o mais próximo possível dessas centenas de famílias até o momento em que elas possam retomar a sua rotina de vida diária. O nosso compromisso com cada um que fizer doação é garantir que essa doação chegue a quem realmente precisa”, destacou.

27
nov
11

Projeto internacional, que promove a integração social pela música, grava episódio com artistas do Vozes do Morro

20111127-105258.jpg

Projeto mundial conhecido como Playing for Change, que pode ser visto aqui com o vídeo “Stannd by me”, gravado por artistas de rua de todo o mundo, está em Belo Horizonte, onde gravou a sua mais recente edição, neste sábado, com os artistas Tom Nascimento e Rafael Dias, integrantes do programa Vozes do Morro.
O projeto Playing for Change tem como objetivo buscar a transformação social e a integração das pessoas através da música.
O Vozes do Morro é um programa do Servas e do Governo de Minas, presidido por Andrea Neves, que mobiliza as comunidades e incentiva a criação de laços que unem as pessoas, sem distinção do lugar em que vivem, da religião que praticam, da profissão que eventualmente exercem.
Lançado em 2008 pelo governador Aécio Neves, o programa tem participação de moradores de vilas, favelas e aglomerados de Belo Horizonte – e de Ibirité, Ribeirão das Neves e Santa Luzia, municípios da Região Metropolitana de BH com mais de 100 mil habitantes e IDH-renda inferior a 0,65.
Artistas/bandas selecionados a cada ano, sem restrição a nenhum gênero musical, além de receberem cópias de CDs e DVDs com gravações de suas músicas, participam de um grande show que celebra cada etapa do Programa.

16
jul
11

Andrea Neves recebe a mais alta comenda do cooperativismo mineiro

Este slideshow necessita de JavaScript.

Presidente do Servas recebe homenagem da Ocemg/Sescoop-MG

“O cooperativismo é uma ferramenta importante para fortalecer as economias e hoje é reconhecido mundialmente, além de ser um segmento em crescimento constante” – com essas palavras o presidente do Sistema Ocemg/Sescoop-MG, Ronaldo Scucato, abriu a solenidade comemorativa ao 89º Dia Internacional do Cooperativismo, realizada nesta quarta-feira (13/07), em Belo Horizonte.

A cerimônia, que contou com a presença de quase 500 pessoas, entre autoridades estaduais, deputados, representantes e lideranças cooperativistas, foi prestigiada pelo governador Antonio Anastasia, que destacou a importância do segmento para Minas. “O cooperativismo é fundamental não só pela sua presença econômica em diversos setores, mas também pelo fato de ser uma atividade solidária, que estimula a harmonia e a formação de capital junto ao trabalho para o desenvolvimento do nosso Estado,” afirmou.

Ao destacar assuntos que movimentam a pauta do cooperativismo atualmente, Scucato citou o Código Florestal que, segundo ele, precisa da força e união de todos para que seja aprovado de forma a contemplar o produtor rural. Também se referiu à gestão cooperativista para afirmar: “temos que perseguir, diuturnamente, o modelo pautado na gestão ética, moral e competente”.

O superintendente da Organização das Cooperativas Brasileiras Organização das Cooperativas Brasileiras (OCB), Renato Nobile, também esteve presente ao evento e enfatizou a importância do tema escolhido pela Aliança Cooperativa Internacional (ACI), focado na juventude cooperativista. “A juventude é vigorosa e a ela compete o amanhã”, disse.

Mérito Cooperativista

Durante a solenidade, foi outorgada a Medalha do Mérito Cooperativista “Paulo de Souza Lima”, mais alta comenda do cooperativismo mineiro. Este ano a homenageada foi a presidente do Serviço Voluntário de Assistência Social (Servas), Andrea Neves. Ao justificar a homenagem, Ronaldo Scucato, disse que o nome de Andrea foi aprovado por unanimidade pelos conselhos do Sistema Ocemg/Sescoop-MG. “É uma honra entregar-lhe a Medalha do Mérito Cooperativista a uma cidadã letra D: democrata, diplomata, defensora, dedicada e distributiva”, pontuou.

Por sua vez, Andrea Neves, com simplicidade, emocionou a todos em seu discurso consubstanciado de recomendações de solidariedade, ajuda mútua e amor ao próximo. O papel e a responsabilidade das pessoas públicas foram abordados por ela num sentido maior, considerando a percepção e preocupação com aqueles que mais precisam ou que se encontram no abandono. “As pessoas do bem sempre fazem dois questionamentos – o que posso fazer para melhorar a situação – esses ajudam muito, e outros perguntam o que precisa ser feito – esses transformam o mundo”, afirmou.

A condecoração foi instituída em 1991, com o objetivo de premiar pessoas que se destacam no trabalho em prol do crescimento e desenvolvimento do cooperativismo.

Homenagens

As cooperativas mineiras que completam 50 anos em 2011 também foram homenageadas na ocasião.  Acompanhado do vice-presidente do Sistema Ocemg/Sescoop-MG, Luiz Gonzaga Viana Lage, o presidente Ronaldo Scucato entregou uma placa às seis entidades cinquentenárias reconhecendo a importante contribuição de cada uma para o fortalecimento do cooperativismo mineiro. As homenageadas deste ano foram: Cooperativa de Laticínios Teófilo Otoni (CLTO), Cooperativa Regional dos Cafeicultores do Vale do Rio Verde (Cocarive), Cooperativa dos Cafeicultores da Zona de Três Pontas (Cocatrel), Cooperativa Agropecuária de Patrocínio (Coopa), Cooperativa dos Produtores Rurais de Itaúna (Cooperita) e Cooperativa de Consumo, Editora e de Cultura Médica (Coopmed).

O presidente da Cocarive, Ralph Junqueira, falou em nome das homenageadas e referenciou o trabalho dos cooperativistas na consolidação dessas organizações, especialmente, aqueles que deram as primeiras contribuições para que essas cooperativas fossem criadas.

Juventude Cooperativista

Este ano, a Aliança Cooperativa Internacional (ACI), que sempre sugere um tema norteador para as comemorações, optou por “Juventude, o futuro do cooperativismo”. O objetivo é sensibilizar mais jovens sobre o caráter empreendedor e o papel de inclusão social do cooperativismo, além de levar à sociedade mais conhecimento sobre os benefícios, valores e princípios do movimento. Vale destacar que 2011 é o Ano Internacional da Juventude.

O Sistema Ocemg/Sescoop-MG rendeu homenagem aos jovens cooperativistas mineiros na pessoa de Gilberto Silva Júnior, que segundo o presidente, representa disposição, dedicação e paixão pela doutrina. Filho de cooperativistas, ele é estudante de direito, ex-diretor presidente e atual diretor operacional do Coopa Jovem (Grupo de Jovens Cooperativistas de Patrocínio) e participante ativo dos Encontros Estaduais de Jovens Cooperativistas Mineiros do Sistema.

Histórico

Celebrado em todo o mundo no primeiro sábado do mês de julho, o Dia Internacional do Cooperativismo reconhece a importância das cooperativas para o desenvolvimento econômico, social e cultural das sociedades.

A data foi estipulada em 1923, em Paris, sendo adotada pela Organização das Nações Unidas (ONU) a partir de 1995. A iniciativa também foi ratificada pela Organização Internacional do Trabalho (OIT).

Atualmente o movimento cooperativista está presente em mais de 100 países e soma mais de 800 milhões de pessoas em todo o mundo, sendo responsável por cerca de 100 milhões de postos de trabalho.

Crédito: http://www.ocemg.org.br/pagina/887/sistema-ocemg-sescoop-mg-comemora-dia-internacional-do-cooperativismo.aspx

16
jun
11

Andrea Neves participa do encontro estadual debate coleta seletiva e inclusão social de catadores

Foi aberto nesta quarta-feira, 15, o “2º Encontro Estadual: por uma Minas com Coleta Seletiva e Inclusão Social dos Catadores” que reúne até o dia 17, catadores de materiais recicláveis, representantes do poder público, de ONGs e da iniciativa privada e pesquisadores no Centro Mineiro de Referência em Resíduos (CMRR) para avaliar e debater a coleta gestão de resíduos sólidos em Minas Gerais.

O encontro objetiva, além de discutir a coleta seletiva em Minas Gerais, promover a integração entre os órgãos governamentais e a sociedade civil no apoio aos catadores de material reciclável.

“Esse encontro é importante para entendermos a real situação da coleta seletiva em Minas Gerais e mostrar que a sustentabilidade desse trabalho só é possível a partir de um pacto federativo entre União, Estado e Municípios”, avalia o diretor do CMRR e integrante do Fórum Estadual Lixo e Cidadania, José Aparecido Gonçalves.

Na abertura do encontro, o secretário de Estado de Desenvolvimento Sustentável e Meio Ambiente, Adriano Magalhães destacou, entre outras ações do governo, o empenho pela melhoria ambiental, na erradicação dos lixões em todo o estado.

“O Servas como um dos gestores do CMRR, junto com o Fórum Estadual Lixo e Cidadania tem buscado parcerias para consolidar em 10 municípios uma proposta de coleta seletiva com a inclusão sócio produtiva dos catadores de materiais recicláveis e remuneração pelos serviços ambientais prestados com a qualificação dos gestores das associações, compra de equipamentos e assessoria aos municípios na organização de fóruns municipais”, destacou a presidente, Andrea Neves da Cunha, na abertura.
Inaugurado em junho de 2007, O CMRR, um espaço de excelência na gestão de resíduos, é uma iniciativa do Governo de Minas, por meio da Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável (Semad) e da Fundação Estadual do Meio Ambiente (Feam), em parceria com o Serviço Voluntário de Assistência Social (Servas), em parceria com o Sebrae-MG que objetiva orientar os cidadãos e administração de municípios mineiros a usar os recursos naturais de forma racional e adotar padrões de produção e consumo sustentáveis.

Uma tenda montada na área externa do CMRR mostra as novidades em equipamentos para a reciclagem, como prensa, esteira, balança, triturador de vidro, empilhadeira mecânica e até um carrinho a motor desenvolvido para facilitar o trabalho dos catadores. A exposição dos equipamentos está organizada de acordo com o processo industrial de coleta seletiva – desde a chegada do caminhão de lixo, a separação dos materiais, até a saída dos resíduos para a venda na indústria.

 

 

 

 

 

 

27
maio
11

Andrea Neves inaugura em Araçuai o 16º Centro Solidário de Educação Infantil

Este slideshow necessita de JavaScript.

Servas entrega Centro Solidário de Educação Infantil em Araçuaí

Fonte: Servas

Em apoio aos municípios, oferecendo infraestrutura de qualidade para o atendimento de crianças até 6 anos, em várias regiões do estado, o Serviço Voluntário de Assistência Social – Servas entregou, nesta quinta-feira, 26, mais um Centro Solidário de Educação Infantil, em Araçuaí, na Região Jequitinhonha/Mucuri.

Graças a investimentos da prefeitura e de parceiros “conseguimos erguer essa obra que encanta a todos nós e tem como componente diferencial o afeto. É fruto de parcerias, responsabilidades e compromissos honrados e reforça a expectativa de um futuro melhor para as nossas crianças”, disse a presidente do Servas, Andrea Neves da Cunha, ao entregar a unidade.

Esta é o  Centro Solidário construído e implementado pelo Servas em parceria com o Governo de Minas, com recursos próprios e captados no âmbito do Fundo para Infância e Adolescência – FIA Estadual. Mais duas unidades serão entregues no próximo mês em Porteirinha e Taiobeiras, no Norte de Minas.

Para o secretário de Estado de Desenvolvimento Social, Wander Borges, essa é uma obra missionária: “temos que zelar pelas nossas crianças e ajudar o construir um mundo diferente”, disse. “Receber esse projeto, onde estão sendo acolhidos filhos de pais que trabalham no corte de cana e que muito fará por nossas crianças é motivo de alegria para todos nós”, avaliou o prefeito de Araçuaí, Aécio Silva Jardim.

As crianças ficam no Centro Solidário em horário integral, onde recebem todo o material para atividades diárias, lanches e refeições. “Além de sair para o trabalho tranqüilos por saber que nossos filhos estão seguros e nas mãos de profissionais qualificados, também vamos somar à renda da família o que gastávamos na educação”, ressaltou Selma Alves de Miranda, mãe de duas crianças de 2 e 4 anos. A educadora Thalita Vicente também ressaltou a importância da obra para a região, como meio de ampliar e aprimorar a educação infantil: “estávamos precisando de uma estrutura como essa para acolher nossas crianças”, disse.

O Centro, entregue ao município de Araçuaí, no bairro Nova Esperança, para uso imediato, em área construída de cerca de 700m², com todos os ambientes equipados, tem salas de atividades, cozinha e espaços para administração com mobiliário, brinquedos, livros, jogos, utensílios, computadores e equipamentos eletroeletrônicos. As crianças recebem uniformes –camiseta, calça, bermuda, agasalho e mochila – e os profissionais que vão trabalhar também já iniciam as atividades com camisetas e aventais.

O projeto arquitetônico foi desenvolvido voluntariamente pela empresa Dávila Arquitetura, de Belo Horizonte, de acordo com as diretrizes do Estatuto da Criança e do Adolescente e a legislação vigente. São dois projetos para atender, em horário integral, 120 e 200 crianças, em área construída de cerca de 600 a 700 m² e mais 140 m² de varanda coberta. Tem dois berçários, sala de leitura, brinquedoteca, salas de atividades divididas por faixa etária, refeitório e área externa de lazer, entre outras instalações e equipamentos.

Todos os profissionais que atuam nos Centros Solidários, educadores e infantis e de apoio são capacitados integralmente com recursos do Governo de Minas por meio da Sedese. A capacitação oferece qualificação específica para o exercício de atividades pedagógicas e administrativas no atendimento a crianças que serão recebidas na unidade.

Na inauguração, o Centro Solidário é entregue pelo Servas à administração do poder público municipal, também responsável pela cessão do terreno, infra-estrutura e recursos humanos.

Além de Araçuaí, serão entregues pelo Servas, no próximo mês, os Centros Solidários de Porteirinha e Taiobeiras. Outros 15 estão em funcionamento em Além Paraíba, Bocaiúva, Campos Gerais, Caratinga, Conselheiro Pena, Felixlândia, Governador Valadares, Ibirité, Itamarandiba, Jequitinhonha, Pedro Leopoldo, Ribeirão das Neves, Salinas, São João del-Rei e Teófilo Otoni.




junho 2018
S T Q Q S S D
« jan    
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
252627282930  

Mais Acessados

  • Nenhum
Anúncios