Posts Tagged ‘Serviço Voluntário de Assistência Social

26
jan
12

Programa Vozes do Morro chega à quarta edição com 13 selecionados

Projeto Vozes do Morro contempla vários ritmos

Os 13 selecionados da quarta edição foram apresentados oficialmente no Palácio Tiradentes, na Cidade Administrativa

Fonte: Cinthya Oliveira – Do Hoje em Dia

GIL LEONARDI/DIVULGAÇÃO
Selecionados Vozes do Morro
Os selecionados do Vozes do Morro 2012 com a presidente do Servas

O Palácio Tiradentes, na Cidade Administrativa, foi tomado por um momento de festa. Centenas de pessoas prestigiaram a solenidade que anunciou os 13 artistas selecionados para a etapa 2011/2012 da quarta edição do Programa Vozes do Morro. A alegria de todos que terão a oportunidade de participar de um CD e um DVD do projeto era evidente.

Iniciativa do Governo de Minas, por meio da Secretaria de Estado de Cultura e do Serviço Voluntário de Assistência Social (Servas), o projeto deu passos importantes nessa nova edição. Agora, conta com a parceria do Sebrae-MG, que ficará responsável pela treinamento dos selecionados, para que aprendam como gerir suas carreiras. No final do ano, cada selecionado receberá cem CDs e cem DVDs com suas gravações.

Dos vários discursos do evento, o mais emocionante certamente foi o de Fabinho do Terreiro, compositor muito bem reconhecido no universo do samba belo-horizontino que já chegou a ser gravado até por Zeca Pagodinho. Morador da Pedreira do Esplanada, na Região Leste da Capital, ele se mostrou bem feliz por ter sido selecionado pelo Vozes do Morro.

“Esse projeto é um divisor de águas. Via a música saindo dos guetos e favelas e, como um toque de mágica, os músicos puderam mostrar seus trabalhos em emissoras de TV e rádio de todo o Estado. Estou muito feliz. Estou esperando há cinco anos a minha vez e a hora é essa”, disse o sambista, que foi bastante aplaudido pelos outros selecionados durante a solenidade.

Uma crítica antiga dos artistas mineiros – de que as músicas dos selecionados nunca são executadas por completo nas emissoras de rádio e TV – foi ouvida pelos gestores do projeto. A presidente do Servas, Andrea Neves, anunciou que a Rádio Inconfidência e a Rede Minas de Televisão, duas empresas do Estado, terão momentos diários com um “Momento Vozes do Morro”, executando por completo as canções dos selecionados das quatro edições.

Andre abriu seu discurso com uma notícia que prova como o projeto Vozes do Morro pode impulsionar carreiras. Em suas mãos, estava o primeiro disco de Domingos do Cavaco, sambista do Morro das Pedras que participou da edição de 2008. “O Vozes do Morro é um espaço que cria condições para projetos de gente da nossa terra”, afirmou a presidente do Servas. “É um projeto transformador, que abre janelas para os artistas serem reconhecidos”.

Entre os selecionados é possível encontrar representantes de gêneros musicais que estão em alta no momento. Entre os 13 nomes, há três sertanejos (o som que mais movimenta hoje a indústria da música), quatro de rap (o ritmo que tem revelado ótimos artistas da atualidade), um de rock com vocal feminino (vide sucesso do Paramore), um de música infantil (Lúcio Monteiro) e um de uma música bem sofisticada (Ralfe Rodrigues).

Estudioso da música renascentista, Ralfe participa do projeto com a música “Um Motivo pra Sonhar”. “Faço um trabalho influenciado pela música renascentistas, mas que, ao ganhar uma letra em português, acaba se tornando MPB. Com o Vozes do Morro, espero ter uma boa divulgação do meu trabalho para eu poder investir na carreira de músico”, afirma o músico do bairro Bandeirantes, de Sabará.

Anúncios
27
maio
11

Andrea Neves inaugura em Araçuai o 16º Centro Solidário de Educação Infantil

Este slideshow necessita de JavaScript.

Servas entrega Centro Solidário de Educação Infantil em Araçuaí

Fonte: Servas

Em apoio aos municípios, oferecendo infraestrutura de qualidade para o atendimento de crianças até 6 anos, em várias regiões do estado, o Serviço Voluntário de Assistência Social – Servas entregou, nesta quinta-feira, 26, mais um Centro Solidário de Educação Infantil, em Araçuaí, na Região Jequitinhonha/Mucuri.

Graças a investimentos da prefeitura e de parceiros “conseguimos erguer essa obra que encanta a todos nós e tem como componente diferencial o afeto. É fruto de parcerias, responsabilidades e compromissos honrados e reforça a expectativa de um futuro melhor para as nossas crianças”, disse a presidente do Servas, Andrea Neves da Cunha, ao entregar a unidade.

Esta é o  Centro Solidário construído e implementado pelo Servas em parceria com o Governo de Minas, com recursos próprios e captados no âmbito do Fundo para Infância e Adolescência – FIA Estadual. Mais duas unidades serão entregues no próximo mês em Porteirinha e Taiobeiras, no Norte de Minas.

Para o secretário de Estado de Desenvolvimento Social, Wander Borges, essa é uma obra missionária: “temos que zelar pelas nossas crianças e ajudar o construir um mundo diferente”, disse. “Receber esse projeto, onde estão sendo acolhidos filhos de pais que trabalham no corte de cana e que muito fará por nossas crianças é motivo de alegria para todos nós”, avaliou o prefeito de Araçuaí, Aécio Silva Jardim.

As crianças ficam no Centro Solidário em horário integral, onde recebem todo o material para atividades diárias, lanches e refeições. “Além de sair para o trabalho tranqüilos por saber que nossos filhos estão seguros e nas mãos de profissionais qualificados, também vamos somar à renda da família o que gastávamos na educação”, ressaltou Selma Alves de Miranda, mãe de duas crianças de 2 e 4 anos. A educadora Thalita Vicente também ressaltou a importância da obra para a região, como meio de ampliar e aprimorar a educação infantil: “estávamos precisando de uma estrutura como essa para acolher nossas crianças”, disse.

O Centro, entregue ao município de Araçuaí, no bairro Nova Esperança, para uso imediato, em área construída de cerca de 700m², com todos os ambientes equipados, tem salas de atividades, cozinha e espaços para administração com mobiliário, brinquedos, livros, jogos, utensílios, computadores e equipamentos eletroeletrônicos. As crianças recebem uniformes –camiseta, calça, bermuda, agasalho e mochila – e os profissionais que vão trabalhar também já iniciam as atividades com camisetas e aventais.

O projeto arquitetônico foi desenvolvido voluntariamente pela empresa Dávila Arquitetura, de Belo Horizonte, de acordo com as diretrizes do Estatuto da Criança e do Adolescente e a legislação vigente. São dois projetos para atender, em horário integral, 120 e 200 crianças, em área construída de cerca de 600 a 700 m² e mais 140 m² de varanda coberta. Tem dois berçários, sala de leitura, brinquedoteca, salas de atividades divididas por faixa etária, refeitório e área externa de lazer, entre outras instalações e equipamentos.

Todos os profissionais que atuam nos Centros Solidários, educadores e infantis e de apoio são capacitados integralmente com recursos do Governo de Minas por meio da Sedese. A capacitação oferece qualificação específica para o exercício de atividades pedagógicas e administrativas no atendimento a crianças que serão recebidas na unidade.

Na inauguração, o Centro Solidário é entregue pelo Servas à administração do poder público municipal, também responsável pela cessão do terreno, infra-estrutura e recursos humanos.

Além de Araçuaí, serão entregues pelo Servas, no próximo mês, os Centros Solidários de Porteirinha e Taiobeiras. Outros 15 estão em funcionamento em Além Paraíba, Bocaiúva, Campos Gerais, Caratinga, Conselheiro Pena, Felixlândia, Governador Valadares, Ibirité, Itamarandiba, Jequitinhonha, Pedro Leopoldo, Ribeirão das Neves, Salinas, São João del-Rei e Teófilo Otoni.

26
maio
11

Contra a exploração: Servas e Governo de Minas lançam Campanha Proteja Nossas Crianças 2011

Este slideshow necessita de JavaScript.

Governo de Minas Gerais lança Campanha Proteja Nossas Crianças 2011

Fonte: Agência Minas

No Dia Nacional de Combate ao Abuso e Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes, o Governo de Minas, por meio da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Social (Sedese) e do Serviço Voluntário de Assistência Social (Servas) promoveu mais uma ação da Campanha Proteja Nossas Crianças.

Nesta quarta-feira (18), durante blitz educativa na Praça da Savassi, em Belo Horizonte, voluntários se reuniram para distribuir cerca de 10 mil panfletos e adesivos aos motoristas e pedestres que passaram pelo local, no lançamento da Campanha 2011. O material gráfico enfatiza o número do Disque Direitos Humanos (0800 031 1119), serviço gratuito e sigiloso, que recebe denúncias sobre as violações dos direitos humanos.

“O objetivo desta campanha é que as pessoas abram os olhos e o coração para ajudarem essas crianças, vítimas de exploração, para que percebam que denunciar é nossa responsabilidade. Hoje, estamos inaugurando simbolicamente a Campanha 2011, uma celebração da consciência da sociedade civil. Durante todo o ano temos uma série de ações junto aos conselhos tutelares, e priorizamos a distribuição de veículos e computadores para os municípios menores, para que possam ter mais condições de lidar com esse tipo de denúncia”, ressaltou a presidente do Servas, Andrea Neves da Cunha.

O secretário de Estado de Desenvolvimento Social, Wander Borges, participou da blitz e lembrou do sigilo que o Disque Direitos Humanos mantém sobre o denunciante. “É importante lembrar que o serviço mantém a identidade daquelas pessoas que denunciam, pois, a partir dessas denuncias, teremos ações decisivas”, afirmou.

Participaram como voluntários no lançamento da Campanha, atletas do Minas Tênis Clube, como o judoca Luciano Ribeiro Correa, Campeão Mundial 2007; Ketleyn Lima Quadros, Medalha de Bronze nos Jogos de Pequim 2008; Joanna Maranhão, atleta olímpica classificada para o Pan 2011 (Natação) e Lucas Kanieski, atleta recordista sul americano nos 1.500 metros livres, classificado para o Pan 2011 (Natação). Também participaram do evento, voluntárias do Movimento das Donas de Casa.

A nadadora Joana Maranhão, de 24 anos, foi vítima de abuso sexual aos nove anos. “Essa campanha alerta a população porque é preciso denunciar para proteger outras crianças. Toda iniciativa para mobilizar a sociedade sobre o abuso e a exploração é válida. Além disso, as crianças também precisam ser orientadas porque elas têm medo de contar para os pais e, às vezes, se sentem culpadas pelo ocorrido”, disse.

O aposentado Robson Melgaço levou um adesivo da campanha para casa. “Conheço a Campanha Proteja Nossas Crianças, já recorri ao Disque Direitos Humanos e sei que o serviço oferece um retorno positivo”, relatou.

A Campanha, realizada em todo o Estado por uma iniciativa do Servas, lançada em maio de 2008, é uma das mobilizações mais abrangentes já realizadas no país com foco no combate à violência doméstica e à exploração sexual de crianças e adolescentes.

Nos últimos anos, o Servas vem coordenando uma série de ações em parceria com o Governo de Minas, em torno de valores éticos importantes. Além da ação Proteja Nossas Crianças, lançou, em junho de 2006, a Campanha Volta, com o objetivo de ajudar na localização de pessoas desaparecidas. Constituiu uma rede de solidariedade que atua na localização de pessoas desaparecidas e orienta as famílias sobre medidas para evitar o desaparecimento de crianças e idosos; sensibiliza e orienta cidadãos sobre como procederem diante de crianças e adultos que precisam de ajuda.

A Campanha de Valorização da Pessoa Idosa – que também segue modelo inaugurado pelo Governo de Minas e Servas – desenvolve uma série de ações de mobilização social articulando poder público, sociedade civil e iniciativa privada. Lançada em outubro de 2009, também busca sensibilizar e mobilizar a sociedade em torno de ações para a melhoria da qualidade de vida das pessoas com 60 anos ou mais. Mais que isso, alerta a sociedade para a necessidade de denunciar qualquer situação que exponha o idoso a riscos.

Desde o lançamento da Campanha Proteja Nossas Crianças, o relatório do Disque Direitos Humanos (0800 031 1119) registra um número expressivo das violações dos direitos das crianças e dos adolescentes. Os crimes dessa natureza estão em primeiro lugar na lista dos mais denunciados no serviço. No ano passado, foram mais de 3.300 relatos e 822 denúncias nos quatro primeiros meses deste ano.

O Dia Nacional de Combate ao Abuso e Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes foi estabelecido com a Lei n° 9.970, em 2000, em razão do assassinato de uma criança de nove anos em Vitória, no Espírito Santo, no ano de 1973. O corpo da garota só foi encontrado seis dias após o ocorrido, com sinais de abuso sexual. Os criminosos não foram responsabilizados, por terem pais influentes na cidade.

13
maio
11

Andrea Neves recebe Viviane Senna e Gabriel, o Pensador – eles conheceram o Plug Minas – Centro de Formação e Experimentação Digital

Este slideshow necessita de JavaScript.

Viviane Senna e Gabriel, o Pensador visitam Valores de Minas

O Servas recebeu, nesta quinta-feira, (12), Viviane Senna, que preside o Instituto Airton Senna e o cantor e compositor Gabriel, o Pensador no Valores de Minas, programa que integra o Plug Minas – Centro de Formação e Experimentação Digital, no Bairro Horto em Belo Horizonte.

“É um exemplo essa área onde funcionava a Febem transformado em espaço de vida, de desenvolvimento, que oferece oportunidades e condições para o crescimento de tantas pessoas”, disse a presidente do Instituto Airton Senna, uma organização não governamental que executa programas educacionais visando a redução do analfabetismo, a reprovação e o abandono escolar em escolas públicas.

O Instituto está presente em cerca de um quinto dos municípios em todos os estados brasileiros explicou Viviane. Para ela, a questão social não é responsabilidade só dos órgãos públicos, mas responsabilidade de toda a sociedade “Temos que somar esforços nessa tarefa conjunta e assim, com certeza, teremos mais chances de sucesso”, disse.

Para Gabriel, o Pensador, o Valores de Minas é uma inspiração. “É importante que a garotada não esteja na rua, à toa. Vimos que o trabalho realizado na música, na dança, com a linguagem certa, no espírito do projeto, junto com os professores é de verdadeiros artistas. É bom perceber que estão não só curtindo, tendo a oportunidade de uma formação verdadeira como cidadãos”, ressaltou.

A presidente do Servas, Andrea Neves da Cunha, lembrou a importância das pessoas que trabalham com responsabilidade pelo país e o Instituto Airton Senna como uma referência. A visita da Viviane Senna “é motivo de muita alegria, por seu interesse em conhecer o Valores de Minas, que acolhe jovens de escolas públicas, que é o mesmo público do Instituto Ayrton Senna. O trabalho realizado aqui é feito com muito afeto e com muito respeito, e afeta não só esses jovens, mas também as famílias deles, elevando a autoestima de cada um”.

Plug e Valores de Minas

O primeiro núcleo do Plug Minas, o Valores de Minas, foi criado em 2005 pelo Governo de Minas e pelo Serviço Voluntário de Assistência Social (Servas) e oferece, a cada ano, a mais de 500 estudantes da rede pública oportunidades de crescimento por meio de oficinas artístico-culturais de teatro, circo, dança, música e artes plásticas. Todos todo o material para participar do Programa, como uniforme, vale-transporte e refeições.

Nos demais núcleos do Plug Minas, estudantes de 14 a 24 anos do ensino médio de escolas da rede pública do Estado desenvolvem competências e atividades para lidar com os mais variados aspectos da tecnologia e da cultura digital. Eles participam de atividades educacionais totalmente gratuitas, como produção de áudio, vídeo, design gráfico, empreendedorismo, teatro, dança, desenvolvimento de games, entre outros. Atende cerca de 3 mil pessoas, entre jovens e professores como nos Núcleos Oi Kabum, Empreendedorismo Juvenil, Sebrae e Inove – Jogos Digitais.




outubro 2017
S T Q Q S S D
« jan    
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
3031  

Mais Acessados

  • Nenhum

%d blogueiros gostam disto: