Posts Tagged ‘Valores de Minas

14
set
13

Andrea Neves orienta como contribuir para o FIA

Andrea Neves: presidente do Servas dá a dica de como as pessoas podem contribuir com o Fundo para a Infância e Adolescência.

Dinheiro do imposto de renda e revertido em ações sociais em todo o Estado de Minas.

Fonte: Servas

Como destinar recursos para o FIA

Fia Andrea Neves orienta como contribuir para o FIAColabore com o Fundo para a Infância e Adolescência

Contribuir para programas sociais pode ser mais fácil do que se imagina. O Fundo para a Infância e Adolescência (FIA) é um instrumento legal que permite à sociedade ajudar a crianças e adolescentes em estado de vulnerabilidade social. O Servas, por exemplo, recebe recursos do Fundo para quatro programas, são eles: VitaVida, Valores de Minas, Centros Solidários e a Brinquedoteca.

O objetivo é facilitar a captação, o repasse e a aplicação de recursos para projetos de defesa dos direitos humanos, defesa de vítimas de violência, maus tratos e exploração sexual, erradicação do trabalho infantil, profissionalização de adolescentes, combate ao uso de drogas, divulgação dos direitos da criança e do adolescente, entre outros.

Por meio da destinação de parte do Imposto de Renda devido, ou seja, que seria recolhido ao tesouro pode ser destinada para o Fundo. Pessoas jurídicas, tributadas pelo lucro real, podem destinar até 1% do I.R. devido. Pessoas físicas podem destinar até 6% do I.R. devido. Essa destinação não interfere em outras deduções como aquelas referentes a dependentes, pensão, saúdeeducação, Lei Rouanet ou Lei de Audiovisual, entre outras.

“O imposto devido destinado ao FIA pode criar oportunidades para nossas crianças e jovens. É fácil a destinação e que não custa nada. E mais, esses recursos são aplicados em uma causa específica, justa, colaborando para o desenvolvimento social das pessoas e do nosso Estado”, explica a presidente do Servas, Andrea Neves.

Em Minas Gerais, existem dois tipos de Fundos para a Infância e Adolescência: o Fundo Estadual e os Fundos Municipais. O Fundo Estadual é coordenado pelo Conselho Estadual dos Direitos da Criança e do Adolescente (Cedca). O Conselho é composto de 10 membros indicados pela sociedade civil (entidades de defesa dos direitos da criança e do adolescente, entidades de atendimento, sindicatos, etc.) e 10 membros indicados pelo Governo (Secretaria de Estado de Desenvolvimento Social, entre outras). Os Conselhos Municipais também são compostos por representantes das prefeituras e da sociedade local. Os Conselhos de Direitos da Criança e do Adolescente são os órgãos responsáveis pela deliberação, fiscalização e controle da destinação dos recursos alocados ao FIA. Todo o recurso arrecadado é investido em projetos sociais selecionados e a prestação de contas é pública.

06
mar
13

Andrea Neves e Xuxa, vídeo mostra visita a BH

Andrea Neves e Xuxa – vídeo mostra visita a Belo Horizonte para conhecer programas sociais iniciados no Governo Antonio Anastasia.

Andrea Neves: Plug Minas

Xuxa conhece programas sociais em Belo Horizonte

Fonte: Canal vidasenna –

 Visite outros canais

26
maio
11

Contra a exploração: Servas e Governo de Minas lançam Campanha Proteja Nossas Crianças 2011

Este slideshow necessita de JavaScript.

Governo de Minas Gerais lança Campanha Proteja Nossas Crianças 2011

Fonte: Agência Minas

No Dia Nacional de Combate ao Abuso e Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes, o Governo de Minas, por meio da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Social (Sedese) e do Serviço Voluntário de Assistência Social (Servas) promoveu mais uma ação da Campanha Proteja Nossas Crianças.

Nesta quarta-feira (18), durante blitz educativa na Praça da Savassi, em Belo Horizonte, voluntários se reuniram para distribuir cerca de 10 mil panfletos e adesivos aos motoristas e pedestres que passaram pelo local, no lançamento da Campanha 2011. O material gráfico enfatiza o número do Disque Direitos Humanos (0800 031 1119), serviço gratuito e sigiloso, que recebe denúncias sobre as violações dos direitos humanos.

“O objetivo desta campanha é que as pessoas abram os olhos e o coração para ajudarem essas crianças, vítimas de exploração, para que percebam que denunciar é nossa responsabilidade. Hoje, estamos inaugurando simbolicamente a Campanha 2011, uma celebração da consciência da sociedade civil. Durante todo o ano temos uma série de ações junto aos conselhos tutelares, e priorizamos a distribuição de veículos e computadores para os municípios menores, para que possam ter mais condições de lidar com esse tipo de denúncia”, ressaltou a presidente do Servas, Andrea Neves da Cunha.

O secretário de Estado de Desenvolvimento Social, Wander Borges, participou da blitz e lembrou do sigilo que o Disque Direitos Humanos mantém sobre o denunciante. “É importante lembrar que o serviço mantém a identidade daquelas pessoas que denunciam, pois, a partir dessas denuncias, teremos ações decisivas”, afirmou.

Participaram como voluntários no lançamento da Campanha, atletas do Minas Tênis Clube, como o judoca Luciano Ribeiro Correa, Campeão Mundial 2007; Ketleyn Lima Quadros, Medalha de Bronze nos Jogos de Pequim 2008; Joanna Maranhão, atleta olímpica classificada para o Pan 2011 (Natação) e Lucas Kanieski, atleta recordista sul americano nos 1.500 metros livres, classificado para o Pan 2011 (Natação). Também participaram do evento, voluntárias do Movimento das Donas de Casa.

A nadadora Joana Maranhão, de 24 anos, foi vítima de abuso sexual aos nove anos. “Essa campanha alerta a população porque é preciso denunciar para proteger outras crianças. Toda iniciativa para mobilizar a sociedade sobre o abuso e a exploração é válida. Além disso, as crianças também precisam ser orientadas porque elas têm medo de contar para os pais e, às vezes, se sentem culpadas pelo ocorrido”, disse.

O aposentado Robson Melgaço levou um adesivo da campanha para casa. “Conheço a Campanha Proteja Nossas Crianças, já recorri ao Disque Direitos Humanos e sei que o serviço oferece um retorno positivo”, relatou.

A Campanha, realizada em todo o Estado por uma iniciativa do Servas, lançada em maio de 2008, é uma das mobilizações mais abrangentes já realizadas no país com foco no combate à violência doméstica e à exploração sexual de crianças e adolescentes.

Nos últimos anos, o Servas vem coordenando uma série de ações em parceria com o Governo de Minas, em torno de valores éticos importantes. Além da ação Proteja Nossas Crianças, lançou, em junho de 2006, a Campanha Volta, com o objetivo de ajudar na localização de pessoas desaparecidas. Constituiu uma rede de solidariedade que atua na localização de pessoas desaparecidas e orienta as famílias sobre medidas para evitar o desaparecimento de crianças e idosos; sensibiliza e orienta cidadãos sobre como procederem diante de crianças e adultos que precisam de ajuda.

A Campanha de Valorização da Pessoa Idosa – que também segue modelo inaugurado pelo Governo de Minas e Servas – desenvolve uma série de ações de mobilização social articulando poder público, sociedade civil e iniciativa privada. Lançada em outubro de 2009, também busca sensibilizar e mobilizar a sociedade em torno de ações para a melhoria da qualidade de vida das pessoas com 60 anos ou mais. Mais que isso, alerta a sociedade para a necessidade de denunciar qualquer situação que exponha o idoso a riscos.

Desde o lançamento da Campanha Proteja Nossas Crianças, o relatório do Disque Direitos Humanos (0800 031 1119) registra um número expressivo das violações dos direitos das crianças e dos adolescentes. Os crimes dessa natureza estão em primeiro lugar na lista dos mais denunciados no serviço. No ano passado, foram mais de 3.300 relatos e 822 denúncias nos quatro primeiros meses deste ano.

O Dia Nacional de Combate ao Abuso e Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes foi estabelecido com a Lei n° 9.970, em 2000, em razão do assassinato de uma criança de nove anos em Vitória, no Espírito Santo, no ano de 1973. O corpo da garota só foi encontrado seis dias após o ocorrido, com sinais de abuso sexual. Os criminosos não foram responsabilizados, por terem pais influentes na cidade.

13
maio
11

Andrea Neves recebe Viviane Senna e Gabriel, o Pensador – eles conheceram o Plug Minas – Centro de Formação e Experimentação Digital

Este slideshow necessita de JavaScript.

Viviane Senna e Gabriel, o Pensador visitam Valores de Minas

O Servas recebeu, nesta quinta-feira, (12), Viviane Senna, que preside o Instituto Airton Senna e o cantor e compositor Gabriel, o Pensador no Valores de Minas, programa que integra o Plug Minas – Centro de Formação e Experimentação Digital, no Bairro Horto em Belo Horizonte.

“É um exemplo essa área onde funcionava a Febem transformado em espaço de vida, de desenvolvimento, que oferece oportunidades e condições para o crescimento de tantas pessoas”, disse a presidente do Instituto Airton Senna, uma organização não governamental que executa programas educacionais visando a redução do analfabetismo, a reprovação e o abandono escolar em escolas públicas.

O Instituto está presente em cerca de um quinto dos municípios em todos os estados brasileiros explicou Viviane. Para ela, a questão social não é responsabilidade só dos órgãos públicos, mas responsabilidade de toda a sociedade “Temos que somar esforços nessa tarefa conjunta e assim, com certeza, teremos mais chances de sucesso”, disse.

Para Gabriel, o Pensador, o Valores de Minas é uma inspiração. “É importante que a garotada não esteja na rua, à toa. Vimos que o trabalho realizado na música, na dança, com a linguagem certa, no espírito do projeto, junto com os professores é de verdadeiros artistas. É bom perceber que estão não só curtindo, tendo a oportunidade de uma formação verdadeira como cidadãos”, ressaltou.

A presidente do Servas, Andrea Neves da Cunha, lembrou a importância das pessoas que trabalham com responsabilidade pelo país e o Instituto Airton Senna como uma referência. A visita da Viviane Senna “é motivo de muita alegria, por seu interesse em conhecer o Valores de Minas, que acolhe jovens de escolas públicas, que é o mesmo público do Instituto Ayrton Senna. O trabalho realizado aqui é feito com muito afeto e com muito respeito, e afeta não só esses jovens, mas também as famílias deles, elevando a autoestima de cada um”.

Plug e Valores de Minas

O primeiro núcleo do Plug Minas, o Valores de Minas, foi criado em 2005 pelo Governo de Minas e pelo Serviço Voluntário de Assistência Social (Servas) e oferece, a cada ano, a mais de 500 estudantes da rede pública oportunidades de crescimento por meio de oficinas artístico-culturais de teatro, circo, dança, música e artes plásticas. Todos todo o material para participar do Programa, como uniforme, vale-transporte e refeições.

Nos demais núcleos do Plug Minas, estudantes de 14 a 24 anos do ensino médio de escolas da rede pública do Estado desenvolvem competências e atividades para lidar com os mais variados aspectos da tecnologia e da cultura digital. Eles participam de atividades educacionais totalmente gratuitas, como produção de áudio, vídeo, design gráfico, empreendedorismo, teatro, dança, desenvolvimento de games, entre outros. Atende cerca de 3 mil pessoas, entre jovens e professores como nos Núcleos Oi Kabum, Empreendedorismo Juvenil, Sebrae e Inove – Jogos Digitais.

02
maio
11

Andrea Neves: Xuxa conhece Valores de Minas

Andrea Neves: ao lado da presidente do Servas Xuxa comentou: “Eu vim conhecer, vim aprender, imaginar coisas para a minha fundação.”

A apresentadora Xuxa veio conhecer os projetos sociais que tiveram início no Governo Aécio Neves.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Apresentadora Xuxa faz visita ao programa Valores de Minas

Fonte: Agência Minas

A presidente do Serviço Voluntário de Assistência Social (Servas)Andrea Neves da Cunha, recebeu, nesta sexta-feira (29), a apresentadora de televisão Xuxa, que preside há 22 anos a Fundação Xuxa Meneghel, voltada para projetos sociais e campanhas nacionais em defesa dos direitos da infância.

Após visita ao Memorial Minas Gerais – Vale, parceria entre o Governo do Estado e a Vale que integra o Circuito Cultural Praça da Liberdade, Xuxa foi recebida pela presidente do Servas no Plug Minas – Centro de Formação e Experimentação Digital, no bairro Horto, em Belo Horizonte, onde funcionou uma unidade da Febem, para conhecer de perto os projetos sociais de Minas Gerais e trocar experiência sobre futuros projetos, parcerias e campanhas relacionadas aos direitos das crianças e adolescentes.

Xuva conheceu as atividades do programa Valores de Minas, o primeiro núcleo a integrar o Plug Minas, inaugurado em junho de 2009. “É um espaço muito bem utilizado, e os jovens têm muita garra. Tem um mês só que estão ensaiando e a apresentação foi linda. Esta visita serve de exemplo, eu vim conhecer, vim aprender, imaginar coisas para a minha fundação. É incrível poder dar isso para os jovens, essa oportunidade, esse carinho que é tão evidente aqui”, disse a apresentadora após ser recebida pelos jovens, com apresentação de música, dança e dos tambores do Valores de Minas.

presidente do ServasAndrea Neves da Cunha, destacou a importância da visita de Xuxa ao Programa Valores de Minas. “A presença dela aqui, entre nossos jovens, é uma gesto de afeto e delicadeza. Ela é uma pessoa presente no imaginário de milhares de pessoas, e veio aqui admirar e fortalecer o esforço de cada uma. Sua presença alimenta ainda mais os sonhos de cada um dos nossos jovens”, disse.

Plug Minas

Nos núcleos do Plug Minas, estudantes de 14 a 24 anos do Ensino Médio de escolas da rede pública do Estado desenvolvem competências e atividades para lidar com os mais variados aspectos da tecnologia e da cultura digital. No espaço, os jovens participam de atividades educacionais totalmente gratuitas, como produção de áudio, vídeo, design gráfico, empreendedorismo, teatro, dança, desenvolvimento de games, entre outros.

Projeto Estruturador Plug Minas ocupa espaço de 70 mil metros quadrados e cada um dos núcleos já instalados é mantido por parceiros da iniciativa privada e, atende, a cada ano, cerca de três mil pessoas, entre jovens e professores como o Oi Kabum, Empreendedorismo Juvenil, Sebrae e Inove – Jogos Digitais.

Valores de Minas

O primeiro núcleo do Plug Minas, o Valores de Minas, foi criado em 2005 pelo Governo de Minas e pelo Serviço Voluntário de Assistência Social (Servas) para oferecer a estudantes da rede pública oportunidades de crescimento por meio de oficinas artístico-culturais de teatro, circo, dança, música e artes plásticas. Os mais de 500 jovens selecionados a cada ano recebem mochila, uniforme, vale-transporte e refeições. Na primeira e na segunda, os alunos frequentam as oficinas de artes oferecidas e se concentram na área de seu maior interesse. Na última etapa, criam um espetáculo que integra todas as linguagens estudadas.

Ao final de cada ano as atividades culminam com um espetáculo multicultural, que tem a participação de todos os jovens, desde o roteiro até a trilha musical e adereços. Já atendeu mais de 3.500 pessoas, entre estudantes, multiplicadores e ex-alunos que fizeram o curso de extensão. Até 2010, foram apresentados seis espetáculos, “Delírio Barroco”, “Estrada dos Sonhos”, “Opara”, “Sempre Alegre Miguilim”, “Metrópole” e o “Herói e Armadura”, aplaudidos por mais de 30 mil pessoas, elogiados pelo público e crítica.

02
maio
11

Andrea Neves apresenta o programa Valores de Minas a Xuxa que veio a BH conhecer programas sociais iniciados no Governo Aécio

Xuxa visita Valores de Minas

Fonte: Glória Tupinambás  – Estado de Minas

TROCA DE EXPERIÊNCIAS

No palco, 150 jovens carentes. Na plateia, uma convidada especial: Xuxa Meneghel. A apresentadora de TV visitou ontem o Valores de Minas, um dos núcleos do programa Plug Minas – Centro de Formação e Experimentação Digital, no Bairro Horto, Região Leste da capital. Cercada por mais de 2 mil fãs, ela conheceu um pouco dos projetos artísticos e culturais desenvolvidos no espaço com estudantes da rede pública da Grande BH e buscou inspiração para as atividades da Fundação Xuxa Meneghel, no Rio de Janeiro (RJ).

O Valores de Minas é mantido pelo governo de Minas e pelo Serviço Voluntário de Assistência Social (Servas) no espaço onde, até 2003, funcionou uma unidade da Febem. Depois de totalmente reformado, o antigo centro de internação de menores infratores agora promove atividades que, em 2010, envolveram 15 mil jovens com idade entre 14 e 24 anos.

“É difícil imaginar que o espaço abrigava a Febem. Vim para conhecer um pouco, trocar figurinhas”, disse Xuxa. Segundo a presidente do Servas, Andrea Neves, “trocar experiências é importante para fortalecer projetos que garantam os direitos das crianças e adolescentes”.

Veja o Vídeo

02
maio
11

Andrea Neves e Xuxa no Plug Minas

Andrea Neves, presidente do Servas, mostrou a Xuxa os programas socais desenvolvidos pelo Governo de Minas.

Andrea Neves: Plug Minas

Fonte: Hoje em Dia




junho 2017
S T Q Q S S D
« jan    
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
2627282930  

Mais Acessados

  • Nenhum

%d blogueiros gostam disto: